No sufoco, Brasil vence o Peru no fim do jogo

brasil-peru-copa-america

Último favorito a entrar em campo na Copa América, a Seleção Brasileira repetiu erros de Argentina e Colômbia e quase tropeçou. Contra o Peru, em Temuco, o time de Dunga foi salvo por Neymar, que participou dos dois gols da vitória por 2 a 1.

Neymar teve uma atuação de destaque, uma das melhores individuais da Copa América até aqui. Seus dribles e jogadas resultaram nas melhores da seleção e nos dois gols.

A parte negativa fica pela atuação do sistema defensivo: um erro infantil de David Luiz, que culminou em falha de Jeferson, na desatenção de Daniel Alves, e o Brasil acabou sofrendo um gol. Depois, a defesa voltou a dar espaço para os peruanos em outras oportunidades.

Agora, a missão deve ser mais difícil na segunda rodada. O adversário será a Colômbia, que perdeu para a Venezuela na estreia e também entrará pressionada em campo. Brasileiros e venezuelanos estão empatados na liderança da chave.

BRASIL 2 x 1 PERU

Brasil: Jefferson; Daniel Alves, Miranda, David Luiz e Filipe Luís; Fernandinho, Fred, Elias e Willian; Neymar e Diego Tardelli. Técnico: Dunga

Peru: Pedro Gallese; Advíncula, Zambrano, Ascues e Vargas; Ballón, Lobatón, Sánchez e Cueva; Farfán e Paolo Guerrero. Técnico: Ricardo Gareca

Local: Estádio Germán Becker, em Temuco (Chile)

Árbitro: Roberto García (México)

Auxiliares: José Luis Camargo e Marvín Torrentera (México)

Cartões amarelos: Neymar, Diego Tardelli (Brasil); Guerrero (Peru)

Gols: Cueva, aos 2 minutos do primeiro tempo; Neymar, aos 4 minutos do primeiro tempo, e Douglas Costa, aos 47 do segundo tempo

(DOL)

Você pode gostar de ver

Futebol promete esquentar fim de semana em Tailândia, é o RE x PA dos peladeiros

O Paysandu de Tailândia vem de duas vitórias consecutivas, agora chegou a…

Palmeiras vence Botafogo por 2 a 1 | Portal Tailândia-PA

DESTAQUES DO JOGO o nome do jogoBarcos Após um primeiro tempo apagado,…

Neymar é atleta com maior potencial de marketing no mundo | Portal Tailândia

Para a revista inglesa SportsPro, santista é ‘a aposta certeira: jovem, talentoso…

Torcedor leva três meses para tatuar as costas com escudo gigante e hino

Flávio Vicente, 21 anos, levou três meses para concluir tatuagem. “Bateu essa loucura. Tem que ter muita coragem e amor pelo clube para fazer isso”, disse